PISO NACIONAL DO PROFESSOR SOBE QUASE 16% E VAI PARA R$ 1,18 MIL

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Valor será de R$ 1.187,97 para docentes de nível médio que cumprem carga horária de 40 horas


O ministro da Educação, Fernando Haddad, anuncia nesta quinta-feira (24) o novo piso salarial dos professores da rede pública do País. O valor será de R$ 1.187,97 para docentes de nível médio que cumprem carga horária de 40 horas - uma alta de 15,84% sobre os R$ 1.024,67 adotados em 2010. Para os professores que cumprem 20 horas, o piso será de R$ 593,98.

O Ministério da Educação (MEC) vai flexibilizar também a regra que determina que, para repassar a verba, o município precisa atender 30% dos alunos na área rural. A condição deverá ser derrubada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O governo anuncia também o abrandamento das regras para a liberação de recursos federais para as cidades que têm dificuldades para pagar o piso salarial. Atualmente, para receber o recurso adicional quando não é possível atingir ao piso mínimo, o Estado ou o município tem de destinar 30% de seu orçamento para a educação - e não os 25% exigidos pela Constituição. Pela nova regra, valerá o porcentual definido na Constituição.

Blog Modelo Xiquexique


3 comentários:

Anônimo disse...

Graças a deus não é o caso de Xique-Xique.

24/2/11 17:09
Anônimo disse...

O caso de xiqueXique é muito pior. Aqui é muita gente que não larga o osso e as tetas da vaca, sem fazer nenhum esforço.
so na treita!

25/2/11 06:02
Celito Regmendes disse...

Se passou vários anos na camara e congresso discutindo o piso salarial entre outros itens q dizem respeito aos professores, lembro q o senador CRISTOVAM BUARQUE falava com propriedade horas e horas demonstrando q se realmente se quer VALORIZAR A EDUCAÇÃO e promover salários dignos a professores, primeiro teria q se aumentar a percentagem do PIB pra essa área q no brasil não tá me perto de 10%, depois o GOVERNO FEDERAL teria q assumir os sala´rios e pagar bem como paga a BANCÁRIOS e profissionais qualificados de órgãos como a PETROBRAS, argumentava q ESTADOS e PREFEITURAS sobretudo as pequenas, não tem condições por tão cedo de pagar tipo 5000 reais por 40h( o q não é muita coisa) mas com um percentual maior do pib voltado pra educação e com o governo federal assumindo com seriedade a folha de pagamento dos profissionais da educação, aí sim!
É UMA PENA q devido a direitona clássica(pmdb,dem, psdb, ptb,pr ,pp)ser ainda muito forte, o pt ja mangueado assim como partidos ditos de esquerda como o proprio pdt de buarq e lula de vento em popa como conciliadorzão-pelegão, naõ tiveram o interesse e a responsabilidade de levar essa ideia á frente, por outro lado, a categoria dos professores é uma merda "véa", desarticulada, desunida, desinformada, atabalhoada, ficou mais um a vez inerte e alheia ao processo. As principais centras sindicais hoje são umas porcarias atreladas ao governo pt e cia, enfim, o q aprovaram lá foi um ridiculo piso de 950 reais pra 40h( q vai ser alterado um pouco agora) e o q é pior, não MEXERAM NADA EM RELAÇÃO A AUMENTO SIGNIFICATIVO DO PERCENTUAL DO PIB NEM TAMPOUCO NA QUESTÃO DO GOV FEDERAL ASSUMIR A FOLHA DE PAGAMENTO DA EDUCAÇAÕ. É brincadeira?? é, brincar com o trabalhador sempre foi a especialidade da "casa(merda) brasil"!!

25/2/11 20:55

Postar um comentário