Pesquisar este blog




Produtores do oeste baiano terão mais R$ 800 mi em linhas de financiamento

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Agricultores irrigantes baianos serão os principais beneficiados com uma linha de crédito de R$ 1 bilhão para custeio, que serão disponibilizados a partir da assinatura, nesta terça-feira (29), em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, de um protocolo de intenções entre o Ministério da Integração Nacional e o Banco do Brasil. “Somos a maior economia do Nordeste. Desses R$ 1 bilhão, cerca de R$ 700 a 800 milhões virão para a Bahia. Não podemos parar de crescer, mas queremos que o Nordeste cresça por inteiro”, afirmou o governador Jaques Wagner.
A assinatura do acordo, que fortalece o Programa de Irrigação do Semiárido Brasileiro e também beneficia produtores rurais irrigantes do sul do Maranhão e sul do Piauí, foi na abertura da Bahia Farm Show 2012, uma das principais feiras de tecnologia agrícola e negócios do país. Os pedidos de financiamentos poderão variar entre R$ 650 mil e R$ 1,1 milhão a juros de 6,75% ao ano. O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, abriu a feira, junto com o governador.
A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) participa da Bahia Farm Show disponibilizando linhas de financiamento para compra de equipamentos agrícolas com juros reduzidos e prazos ampliados. Os empresários rurais interessados podem procurar a equipe de técnicos no estande da Desenbahia para fazer o atendimento presencial. A Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Sema) também está presente, com palestras, discussões e distribuição de material informativo.
O presidente da Associação de Agricultoras e Irrigantes da Bahia (Aiba), responsável pela organização do evento, Walter Horita, agradeceu ao governo estadual pelas intervenções e projetos que, na visão dele, irão facilitar o escoamento. “Com a Fiol, a região oeste será a melhor do Brasil no que diz respeito à competitividade. Nós solicitamos o asfaltamento das estradas vicinais desta região e as máquinas do Derba já começaram a chegar para iniciar os serviços”, afirmou.

Secom

0 comentários:

Postar um comentário