Pesquisar este blog




Neymar tenta tratamento especial para jogar eventual final da Copa, diz site

domingo, 6 de julho de 2014



Segundo o site Globoesporte.com, craque recorreu a especialistas para tentar jogar em caso de classificação do Brasil para a final


O craque brasileiro Neymar ainda não perdeu as esperanças de disputar uma eventual final da Copa do Mundo de 2014.  De acordo com reportagem publicada pelo site Globoesporte.com, o staff do jogador já prepara uma estratégia para deixar Neymar apto a entrar em campo, caso o Brasil passe pela Alemanha.

Neymar fraturou a terceira vértebra no final da partida contra a Colômbia, pelas quartas de final da Copa do Mundo, e os médicos frearam qualquer possibilidade de ele seguir na competição. Porém, o craque recebeu, em sua casa, a visita de Mauricio Zenaide, médico do Santos, Rafael Martini, fisioterapeuta do clube, e Nicola Carneiro, especialista em coluna, que o avaliaram e diagnosticaram a possibilidade de realizar infiltrações de analgésico. De acordo com a reportagem, os especialistas avaliaram que a lesão na terceira vértebra da região lombar da coluna, conhecida como L3, é a menos grave possível para a região.  

Segundo a reportagem, assinada pelos jornalistas Alexandre Lozetti e Leandro Canônico, Neymar e a família avaliam a possibilidade de autorizar a execução do plano caso o Brasil vença a Alemanha em Belo Horizonte. O atacante, segundo a matéria, teria de passar por um procedimento para bloquear a dor na região da vértebra fraturada. Seriam realizadas injeções de analgésico - as chamadas infiltrações - para isolar a área da fratura e permitir que o atleta recupere os movimentos.

“A versão oficial é que ninguém agora está pensando nisso. Estamos pensando na recuperação do Neymar, não em carreira”, afirmou Eduardo Musa, gestor da imagem de Neymar, em declarações publicadas pelo Globoesporte.com.

A reportagem ressalta, ainda, que os médicos envolvidos na operação já tiveram o cuidado de checar e descartar o risco de doping com a medicação a ser ministrada.

0 comentários:

Postar um comentário