Pesquisar este blog




Agredida pelo "Jornal Nacional ", a presidente Dilma se defende

terça-feira, 19 de agosto de 2014


Com posturas até então desconhecidas do grande público, os apresentadores William Bonner e Patrícia Poeta deixaram a elegância de lado e partiram para o ataque sobre a presidente Dilma Rousseff, na entrevista ao Jornal Nacional concedida no Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta segunda-feira 18. Ambos estavam vestidos de preto, indicando luto pela morte do ex-governador Eduardo Campos, cujo último compromisso eleitoral foi a entrevista da quarta-feira 13. Eles não dirigiram nenhuma pergunta sobre o fato à presidente.

Bonner parecia o mais irritado, mas Patrícia não quis ficar atrás. Ela chegou a apontar, em riste, o dedo para a face próxima da presidente, insistindo que o governo dela e do ex-presidente Lula não fizeram "nada" na área da saúde. A presidente conseguiu dizer, entre interrupções da entrevistadora, que hoje, ao contrário do passado, o atendimento de saúde pública atinge 50 milhões de brasileiros.
No início da entrevista, Bonner perguntou, por mais de um minuto, sobre "corrupção e mal feitos", citando uma série de ministérios e também a Petrobras.
- Qual a dificuldade de formar uma equipe de governo com gente honesta?, questionou ele, mais ao estilo botequim de esquina do que o que emprega normalmente, todos os dias, à exceção dos domingos, na bancada do JN. O jogo de apertar a presidente ficou claro desde o primeiro momento.
A própria Dilma percebeu e não se intimidou com a postura da dupla. Procurou responder a todas as perguntas e manter a calma, mas não dando as respostas que Bonner e Patrícia esperavam. Dillma tinha argumentos na ponta da lingua.
- Fomos o governo que  mais estruturou o combate à corrupção e aos mal feitos, respondeu Dilma. "
- Nenhum procurador geral da República foi chamado no meu governo de engavetador geral da República", acrescentou, numa referência nada sutil a Geraldo Brindeiro, dos tempos do governo Fernando Henrique.
BONNER NUNCA FIZERA PERGUNTAS TÃO LONGAS E EM TOM TÃO DURO

O âncora do Jornal Nacional insistiu no tema da corrupção, usando cada vez mais ênfase sobre a presidente:
- Um grupo de elite do seu partido foi condenado por corrupção, são corruptos, posso dizer por que a Justiça já julgou, mas o seu partido protegeu essas pessoas. O que a sra. acha dessa postura do seu partido?
Dilma não respondeu diretamente, optando por lembrar sua posição institucional:
- Enquanto eu for presidente da República, não externarei opinião pessoal sobre decisões do Supremo Tribunal Federal. Eu tenho a minha opinião, mas não vou externá-la.
- Mas o que a senhora diz sobre a postura do seu partido? A senhora não diz nada?
- Olha, Bonner, eu não vou entrar nisso de me manifestar contra a decisão de um poder constitucional. Isso é muito delicado, merece o meu maior respeito.
PATRÍCIA APONTOU O DEDO EM RISTE PERTO DO ROSTO DA PRESIDENTE

Patrícia, que até então estava calada, perguntou sobre saúde, afirmando que "nada fora feito" nos governo Dilma e Lula, e que "as filas se multiplicam nos hospitais e postos de saúde". Dilma, outra vez, procurou responder sem aceitar a indagação como provocação.
Patrícia, que de poeta não tem nada,  não gostou do que ouviu, e lá veio outra vez  Bonner a atacar de novo:
- A senhora considera justo culpar ora a crise econômica internacional, ora os pessimistas pelo baixíssimo crescimento da economia brasileira, pela inflação alta?
- A inflação cai desde abril, Bonner, agora mesmo saiu um dado oficial mostrando que houve zero por cento de aumento de preços em julho. Por outro lado, todos os dados antecedentes ao segundo semestre, aqueles que anunciam o que vai acontecer na economia, mostram que haverá crescimento em relação ao primeiro semestre.
Bonner não pareceu satisfeito com a resposta, mas em razão do tamanho das perguntas que havia feito antes, percebeu que o tempo de 15 minutos estava estourando. Foram, de fato, questionamentos quilométricos os que ele fez.
- Eu vou garantir um minuto para a senhora encerrar, disse ele, visivelmente insatisfeito e desrespeitoso com a presidente Dilma Rousseff.
- Obrigado, Bonner, eu quero dizer que acredito no Brasil, reiterou Dilma, que ainda foi mais duas vezes interrompida para que fosse cumprido o tempo estabelecido.
- Eu compreendo, vou suspender a minha fala, encerrou Dilma, com classe, diante dos entrevistadores neurastênicos que se mostraram em pleno ataque de nervos.
Fonte: Brasil 247


10 comentários:

Nivaldo Magalhães disse...

Dilma é serenidade. Dilma é uma grande estadista. Sofreu a maior agressão que um presidente pode sofrer: o dedo em riste de uma reporter que trabalha para uma organização suja, corruptora da verdade e sonegadora de impostos. E Dilma não se abalou. A foto mostra essa cena. A Dilma Estadista calma e serena explicando aos ignorantes, sem educação, como se vive em uma Democracia.

18/8/14 23:27
Anônimo disse...

Se a globo fosse séria demitia esse par de arruaceiros que desrespeitam até a presidenta da República do Brasil. Aquilo não foi entrevista, foi torcida contra. E Dilma venceu de goleada as duas pestes da globo. Os dois deveriam sair direto pra papuda.

19/8/14 04:55
NOGUEIRA disse...

É grande o risco da candidatura de
AÉCIO VIRAR PÓ.
Dilma e Marina no 2ºturno. Com Vitória de Dilma.
A direita está fora.
Dando Dilma ou Marina a composição do novo governo será pela esquerda.

19/8/14 08:55
Gumercindo Saraiva disse...


Os lambe botas e lacaios dos Marinhos da Globo preocupados com a corrupção. Que a sonegadora Globo pague o fisco. A classe média fascista e a tucanalha estão morrendo de ódio, com a grande Vitória da Dilma. Pesquisem sobre a privataria tucana. Dilma vencerá quer os TuCanalhas quer eles queiram ou não. A Classe MÉRDIA odienta será banida e que venha o POVO! Bolsa Família Neles.

19/8/14 09:15
Contra O PT disse...


Este Blog com certeza é um ninho de petistas… inclusive o blogueiro Gal (e Nilson) que não se esquece nunca do PT. Ele Gal faz parte ainda hoje da curriola, inclusive possui cargo na prefeitura de Xique-Xique (SAAE) cujo prefeito é do PT.

19/8/14 09:29
Carlos Ferreira disse...

Dilma firme segura nas resposta,mesmo os babacas da globo interrompendo as resposta da presidenta do povo ,eu lembro quer policiais federal e rodoviários ganhava muito pouco,agora que estão ganhado bem e ricos esquecer o tempo PSDB do Aécio farrista arrocho salaria mulherengo e cheira...

19/8/14 12:01
Anônimo disse...

Sou Dilma!!!! jamais votaria em Marina... muda de partido como se fosse roupa e ainda mais com seu fundamentalismo religioso.

19/8/14 14:34
Anônimo disse...

Este blog tá cheio de Comunistas. Sou das antigas e tô de olho em vcs.

19/8/14 22:04
Anônimo disse...

Dilma é como maxixe que quanto mais se pisa, mais ela germina, brota. Quanto mais se bate nessa mulé retada, maior sua popularidade.

DILMA no coração e 13 nas urnas.

19/8/14 22:36
Anônimo disse...

Voce ja ouviu falar que ela participou do mensalao?Nem eu!

22/8/14 12:09

Postar um comentário