Pesquisar este blog




Ressentido, Ministro César Borges deixa o PR

sábado, 9 de agosto de 2014


Ex-governador da Bahia deve continuar no Ministério dos Portos na cota pessoal da presidente Dilma Rousseff (PT); a relação entre Borges e a cúpula nacional do PR deteriorou-se após a sigla exigir sua demissão do Ministério dos Transportes como condição para apoiar a reeleição de Dilma; o PR também cassou os poderes dele no diretório regional baiano, onde foi impedido até mesmo de negociar alianças eleitorais

O ministro dos Portos, César Borges, decidiu que vai se desfiliar do PR, segundo informa neste sábado (9) a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. A publicação diz que o ex-governador da Bahia (1999-2002) deverá continuar da Pasta, porém, na cota pessoal da presidente Dilma Rousseff.

Borges estaria magoado com a cúpula do partido, que para manter-se na base de apoio à reeleição da presidente, exigiu a saída do baiano do Ministério dos Transportes. O PR nacional também desidratou os poderes de Borges do Diretório Regional da Bahia, onde foi desautorizado até mesmo a costurar alianças para as eleições de outubro.

Ainda segundo o Painel, a saída de César Borges seria mesmo o objetivo do PR. A coluna chega a citar anonimamente um dirigente da sigla, para quem “a porta da rua é a serventia da casa”. O ministro dos Portos, que não disputa a eleição este ano, já teria avisado seus aliados sobre a decisão de desfiliar-se do PR e deverá comunicar a sigla oficialmente nos próximos dias. Ele ainda não definiu para qual partido deve migrar.

Bahia 247


0 comentários:

Postar um comentário