Pesquisar este blog




DISCUTI COM UM JACU

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015



Discuti com um jacu
Que tinha a venta suada
Ele só tinha zuada
E como era linguarudo!
Apesar de ser parrudo,
Não corri da discussão
Aguentei bem a pressão
Comecei a balear
Fiz o bicho se enfezar
Pra minha satisfação.

Esse filho de uma quenga
Eu fui matando na unha
Foi mais fácil que eu supunha
E nem precisei de faca
Eu estava com a macaca
Confesso de sangue quente
Vendo o jacu impaciente
Fiz da língua meu chicote
Fiz o bruto dar pinote
Até me olhar diferente.

Os jacus de  Xiquexique
Seguirão o mesmo destino
Mulher, homem e menino
Vão deixar de comer angú
Baleando  muito  jacu
Toda essa  plebe ignara
Na cachaça enche a cara
Vindo comentar neste blog 
E chegando aqui de porre
Os Jacus vão levar vara
 

 

2 comentários:

Repetista Tiriricano disse...

Pra enricar um tal Reinaldo
Os jacus ao povo mente
Destruiram dois hospitais
E uma igreja de crente
Tem até um ex-prefeitim
Que quer ser eleito de novo
Mas vai perder de lavada
Assim quer a maioria do povo.

15/12/14 07:57
Nilson disse...

Estive em XiqueXique
na sexta-feira passada
demorei muito pouco
fiz apenas uma parada
questão de duas horas
dispensei até buchada

Fretei de manhã cedo
a lancha de seu Chiquim
a gente viu que passava
no canal do guaxinim
ao reboque d’um trator
emprestado por Né Bonfim.

A cidade de Pilão Arcado
o meu destino inconteste
no Forum Filemon Queiroz
uma audiência que promete
devolver ao pilão-arcadense
o que lhe retirou a Chesf

1/2/15 18:12

Postar um comentário