Pesquisar este blog




PSB repudia ACM Neto no partido

domingo, 14 de junho de 2015


"Trata-se de desrespeito aos que lutaram na Bahia contra o banditismo e o autoritarismo de ACM. Como se vê, permanece forte e poderosa a tentativa de destruir nosso partido, por dentro, revolvendo suas entranhas, destruindo sua história, desmoralizando seu projeto, rasgando seu programa, agredindo sua militância. Só a notícia de que ACM foi convidado, já é desgastante", escreveu, em carta aos militantes do PSB, o socialista Roberto Amaral, que repudia a ida do prefeito de Salvador ao partido

 


O ex-ministro Roberto Amaral, um dos principais líderes do PSB, enviou carta aos militantes do partido repudiando convite feito pela legenda ao prefeito de Salvador, ACM Neto. Leia abaixo:

Companheira militante, companheiro militante socialista,

Acabo de ler no blog Viomundo que a revista Época, edição que circulou no dia 8, em matéria assinada pelo jornalista Leonel Rocha, anuncia que o atual prefeito de Salvador, ACM Neto, o último rebento do decadente clã comandado por décadas por Antonio Carlos Magalhães, fôra convidado, por um ainda dirigente nacional do PSB, para ingressar em nosso partido.
 
Trata-se de uma felonia, essa tentativa que, apenas como tentativa, já é uma bofetada no rosto de cada uma e cada um dos militantes brasileiros e principalmente baianos. Trata-se de desrespeito aos que lutaram na Bahia contra o banditismo e o autoritarismo de ACM. Como se vê, permanece forte e poderosa a tentativa de destruir nosso partido, por dentro, revolvendo suas entranhas, destruindo sua história, desmoralizando seu projeto, rasgando seu programa, agredindo sua militância.
 
Só a notícia de que ACM foi convidado, já é desgastante. Os liquidacionistas perderam a batalha da fusão, mas prosseguirão até realizar o projeto de acabar com o último partido socialista atuando na política brasileira, se não reagirmos (pode ficar a sigla, pode ficar a sede, pode ficar o pilantra, mas a promessa socialista se esvai). A tática é a mesma que a levada a cabo por outros liquidacionistas para destruir com o Partidão: descaracterizá-lo politicamente. Assim o velho PCB terminou no ataúde do PPS.

A matéria da Época, passados tantos dias, ainda não foi desmentida. Esta é a oportunidade de os militantes se pronunciarem protestando junto à direção nacional de sorte a já estancar outras iniciativas, pois outras virão.

A senadora Lídice da Mata já declarou que o ‘tampinha’ entra por uma janela e ela sai pela porta da frente com toda a militância.

Todo apoio aos socialistas da Bahia.

 
Roberto Amaral(PSB)

0 comentários:

Postar um comentário