REVISTA LIXO

segunda-feira, 27 de julho de 2015



Pela enésima vez, a Veja mata Lula numa capa.

Agora, a causa mortis seria a delação premiada de Leo Pinheiro, presidente afastado da empreiteira OAS, envolvida no caso Petrobras.
Pinheiro, para fugir a uma pena longa, estaria disposto a contar, segundo a Veja, “segredos devastadores”.

Desnecessário dizer, a Veja já declarou como verdade absoluta qualquer acusação que Pinheiro tenha feito ou possa fazer.
Não está claro ainda, no entanto, se essa alegada delação se transformará em realidade.

No mesmo dia, a OAS “respeitosamente” desmentiu a Veja.
 “Não há nenhuma conversa com o MPF sobre delação premiada nem intenção neste sentido”, diz a nota.

Sinal da perda de credibilidade da revista, na manhã de sábado os “segredos devastadores” não tinham ainda sido noticiados e repercutidos por portais como o UOL e o G1.
Se se pode morrer duas vezes num único fim de semana, a revista Época também matou Lula neste sábado com a “descoberta” de uma conta no exterior.
As duas revistas parecem estar num parque de diversões disputando quem atira mais vezes contra o boneco de Lula.

Aliás, pela enésima vez, essa conversa da Revista LIXO é sonífero pra boi tirar uma pestana... como diria um saudoso filósofo xiquexiquense.

0 comentários:

Postar um comentário