Trampolineiros fazem proposta sórdida a Cunha

terça-feira, 24 de novembro de 2015


Paulinho da Força (SD-SP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), deputados da oposição aliados do presidente da Câmara, estão articulando uma farsa grotesca na Casa; eles propõem salvar Eduardo Cunha (PMDB-RJ), desde que ele deflagre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff; estratégia envolve conseguir o apoio de parlamentares da oposição contra a cassação do mandato de Cunha; depois que o presidente da Câmara deflagrasse o processo de impeachment, renunciaria ao cargo que exerce, preservando seu mandato
 


Os deputados Paulinho da Força (SD-SP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), estão articulando uma farsa grotesca na Casa.

Os deputados propõem salvar Eduardo Cunha da cassação desde que ele deflagre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, os aliados de Cunha estão tentando cooptar o apoio de parlamentares da oposição com a proposta.

De acordo com a proposta dos deputados, o presidente da Câmara renunciaria ao cargo logo após dar início ao processo de impeachment contra Dilma, mantendo assim o seu mandato de deputado.

O deputado Rodrigo Maia negou ter tratado do assunto com o colega Paulo Pereira. "Esse assunto não foi tratado comigo e não tratei disso com ele", afirmou.


Brasilia 247
 

 

0 comentários:

Postar um comentário