Pesquisar este blog




Energia gerada pela Barragem de Sobradinho está acabando

quarta-feira, 25 de novembro de 2015



A pior seca a assolar a Região Nordeste nos últimos 50 anos continua fazendo estragos.  A Agência Nacional de Águas (ANA)  anunciou a redução da vazão do lago de Sobradinho, um dos maiores lagos artificiais do mundo com 320 quilômetros de extensão.

Com a queda no volume acumulado em Sobradinho, responsável por controlar a vazão da água para as regiões do médio e do baixo São Francisco, especialistas avaliam que o impacto na geração de energia será drástico.O fornecimento de energia, porém, está sendo garantido por transferências de outras regiões graças à interligação do sistema nacional de transmissão e o uso de usinas termelétricas.

Existe o temor de que a Cemig, controladora da usina em Minas Gerais, resista e segure a água no reservatório mineiro, apesar de todos os órgãos ligados à questão hídrica já avaliarem que Três Marias deve liberar 100m³a mais que o volume atual,

Com o reservatório de Sobradinho registrando o seu nível mais baixo em 14 anos e uma disputa regional em curso, caberá à ANA (Agência Nacional de Águas) decidir se a água liberada deverá priorizar o abastecimento humano e animal, a geração de energia ou a maior fonte econômica das regiões do médio e do baixo São Francisco: a fruticultura irrigada.  

É nesta área do país onde são produzidas 68% das mangas e 90% das uvas de mesa irrigadas produzidas no Brasil. Em termos de exportação, a região do Vale do São Francisco responde por 90% de toda a uva e manga comercializada no mercado internacional pelo Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário