Pesquisar este blog




"O escárnio venceu o cinismo"

quinta-feira, 26 de novembro de 2015


 
A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, declarou nesta quarta-feira 25 que "o escárnio venceu o cinismo" ao votar em favor da decisão do ministro relator da Lava Jato, Teori Zavascki, pela prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS). Segundo a Polícia Federal, o parlamentar agia para atrapalhar as investigações.

A ministra disse em seu voto que primeiro se acreditou que a esperança venceu o medo. No mensalão, se viu que o cinismo venceu o medo. E agora que o escárnio venceu o cinismo. "Criminosos não passarão sobre o Supremo", declarou Cármen Lúcia em referência às promessas de Delcídio de influenciar decisão judicial.

Por unanimidade, a 2ª Turma do STF referendou no final desta manhã a prisão do líder do governo no Senado. O ministro Teori afirmou que remeterá ainda hoje os autos do processo contra Delcídio Amaral e o áudio da sessão da Turma para o Senado decidir pela permanência da prisão do senador.

Em seu voto, Celso de Mello destacou que "ninguém está acima da lei" e que "imunidade parlamentar não é manto para proteger senadores da prática de crime". Ele lembrou que todas as constituições brasileiras abriram exceção que permite prisão de parlamentar em caso de flagrância, que foi o caso de Delcídio Amaral.

0 comentários:

Postar um comentário