Secretário afirma que incêndio na Chapada Diamantina está sob controle

sábado, 21 de novembro de 2015


 
A Secretaria Estadual de Meio Ambiente informou que o incêndio na região da Chapada Diamantina está sob controle, mesmo com seis focos ainda em ação. O titular da pasta Eugênio Spengler informa que, segundo estudo feito por meio de georefereciamento pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e avaliação de técnicos da pasta, a estimativa é de que aproximadamente 30 mil hectares tenham sido atingidos pelo incêndio, não apenas dentro do parque, como também fora.

De acordo com a pasta, os seis focos estão localizados em Morro Branco, Barro Branco, na comunidade de São João, todos dentro do Parque Nacional da Chapada. Também há focos em Mucugê e Seabra, fora do parque. Também há um grande foco entre Jacobina e Pindobaçu.

"Nós consideramos que o incêndio está sob controle. Isso não quer dizer que não tenham focos de incêndio. Continuam e tem os que ressurgem. Mas hoje com a estrutura que estamos aqui, com 11 aeronaves mais 76 homens do Corpo de Bombeiros, mais brigadistas, estamos conseguindo conter gradativamente os focos e conseguindo que não avancem significativamente", afirmou Eugênio Spengler.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o Parque Nacional da Chapada Diamantina, divulgou que há três focos de incêndio na região nesta quinta-feira (19). Segundo o instituto, o ponto mais preocupante é o Vale do Capão por conta do difícil acesso.

Outro foco registrado é o que está em direção ao Rio Mucugezinho, conforme o ICMBio. A entidade ainda informa que há outro foco localizado fora do Parque Nacional, em Mucugê.

Ao todo,11 aeronaves – sete aviões e quatro helicópteros – trabalham para combater o fogo. As aeronaves são usadas para lançamento de rajadas de água sobre a área atingida, transporte dos bombeiros e brigadistas às áreas de difícil acesso, além de monitoramento aéreo para subsidiar os rumos do combate. Bombeiros e Brigadistas voluntários também atuam na operação.

0 comentários:

Postar um comentário