Pesquisar este blog




Senador baiano defende mais verba para o São Francisco

quinta-feira, 19 de novembro de 2015


 
O senador Otto Alencar (PSD-BA) defendeu mais investimentos na revitalização do rio São Francisco, que corta os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) recebeu R$ 341 milhões, previstos no Plano Plurianual. Para as obras de revitalização do rio, o governo federal investiu neste ano R$ 1,4 bilhão.

“Só se produz água plantando árvores nas nascentes e matas ciliares”, afirmou o parlamentar, na audiência pública da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle, para debater a revitalização rio. O debate reuniu autoridades federais, dos governos da Bahia e Minas Gerais, do Ministério Público, parlamentares e especialistas.

De acordo com o pessedista, os senadores dos nove estados do Nordeste devem levar como unidade da região as duas emendas no valor de R$ 600 milhões que reservam recursos no Orçamento da União do próximo ano para ajudar a revitalizar o rio. As duas emendas - R$ 300 milhões cada uma -, foram sugeridas pelo senador. Uma delas é da CMA e a outra da bancada federal baiana.

Alencar reforçou que revitalizar o São Francisco não é apenas desassorear o rio e nem seus afluentes, mas também preservar, plantar árvores nas nascentes e cercá-las para evitar que a atividade econômica, por meio da retirada das árvores e plantio da braquiária (capim), leve ao assoreamento dos rios.

O senador alertou para o comprometimento dos afluentes, prejudicados pelo despejo de esgoto, assoreamento e destruição de mata ciliar. “Apesar do acelerado aumento da utilização das águas do São Francisco não têm ocorrido investimentos dos governos federal e estaduais suficientes para garantir a preservação de nascentes e afluentes”, disse.
 
Bahia 247

0 comentários:

Postar um comentário