PT recorrerá ao Supremo Tribunal Federal contra o impeachment da Presidente da República

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015


 
Assim que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou, nesta quarta-feira (2) que aceitou dar prosseguimento ao pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, deputados do PT e PCdoB afirmaram que recorrerão ao Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir o andamento do processo.

O deputado Rubens Pereira Junior (PCdoB-MA) disse que o STF já decidiu que não há rito estabelecido para o impeachment e que, então, Cunha estaria proibido de decidir.

"Não há, por exemplo, previsão de como será composta a comissão especial que vai julgar na Câmara. Não tenho como julgar se não houver rito previsto", afirmou.

"Já temos uma série de mandados de segurança e outros recursos escritos para entrar imediatamente", disse. O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) disse que o ato de Cunha é revanchista e que será questionado no STF e nas ruas. "O Brasil não pode ser alvo de chantagem", disse.

0 comentários:

Postar um comentário