Pesquisar este blog




Deputado Jutahy Magalhães Jr. recebeu dinheiro de empreiteira sem constrangimento

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016




Entre os envolvidos nas mensagens interceptadas pela Polícia Federal no celular do ex-presidente da OAS Leo Pinheiro, o deputado federal baiano Jutahy Magalhães Jr., do PSDB, diz que não há nada ilegal. 

Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, Jutahy confirmou que teve contato com Léo Pinheiro, "durante o processo eleitoral". O tucano destacou que enviou para "diversas pessoas físicas e de empresas" mensagens com agradecimentos pela contribuição à sua campanha.

"Não foi só para ele [Léo Pinheiro]. É importante dizer que não tenho nenhum constrangimento dessas mensagens se tornarem públicas. Elas são transparentes e legais. Todas as doações foram declaradas".

O tucano enviou duas mensagens ao empreiteiro em 2014 abordando o tema doações. A primeira é um pedido, em 29 de setembro. "Caso seja possível gostaria da sua ajuda para Varjão [funcionário da OAS] completasse o combinado. Desde já agradeço a grande ajuda que vcs deram para minha campanha. Do amigo Jutahy".

A segunda mensagem do deputado é de 3 de novembro daquele ano. Nesta, ele agradece a doação. "Entreguei hoje minha prestação de contas da minha campanha sem débitos. Mais uma vez obrigado pela grande ajuda de vcs. Abrç amigo do Jutahy".

Antes desses pedidos, um funcionário de Léo Pinheiro lhe informou que naquele dia o empreiteiro falaria com Jutahy. O tucano declarou oficialmente  à Justiça Eleitoral, em 2014, o recebimento de uma doação de R$ 30 mil da OAS.


0 comentários:

Postar um comentário