Nova presidente do Tribunal de Justiça da Bahia toma posse hoje

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016




A posse da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago na presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), agendada para esta segunda-feira (1º), é cercada de expectativa por entidades representativas ligadas à Justiça baiana.

Enquanto o desembargador Eserval Rocha, que se despede da direção do TJ-BA, teve a gestão marcada por críticas (veja mais aqui), Maria do Socorro produz uma perspectiva otimista para quem acompanha o dia-a-dia o Tribunal.

O coordenador do Sindicato dos Servidores Auxiliares do Tribunal de Justiça da Bahia (Sintaj), Antônio Jair, se diz otimista com o que há por vir. “Entendemos que ela não vai querer administrar os problemas e as soluções do Tribunal de Justiça sem a participação dos servidores”, analisa.

O tom do discurso é o mesmo adotado pelo presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinpojud), Zenildo Castro, que também acredita que a nova gestão será aberta ao diálogo, e que, nos próximos dois anos, “os servidores e magistrados possam ter acesso a gestora para discutir os problemas do judiciário” e juntos busquem melhorias, dentro do possível, para o Judiciário.

A entidade vai apresentar uma pauta de reivindicações para a nova presidente do TJ ainda na semana da posse. Para Associação dos Magistrados da Bahia (Amab), a nova gestão dá sinais de que restabelecerá o diálogo entre as entidades com o tribunal. “A desembargadora tem um perfil que busca o diálogo, que busca a conciliação, que tem disponibilidade de ouvir e de resolver a questão de forma consensual. É um alento”, diz a juíza Marielza Brandão, que preside a associação.

O otimismo também atinge a Ordem dos Advogados do Brasil. O presidente da seccional baiana, Luiz Viana, afirma que tem uma expectativa muito positiva diante da nova mesa diretora do TJ-BA, que será presidida pela desembargadora Maria do Socorro. “A OAB da Bahia está à disposição do Tribunal para discutir temas que permitam fazer desse o melhor judiciário da federação”, finaliza o presidente da OAB-BA.

Bahia Noticias

0 comentários:

Postar um comentário