Pesquisar este blog




A VOLTA DO REPENTISTA DA MARRECA

terça-feira, 22 de março de 2016


CARTA DO CÃO A LOBÃO

Inferno, corte das trevas
Meu caro amigo Lobão
Lhe escrevo essa missiva
Como muita satisfação
Pois já soube dos seus planos
Que pros próximos quatro anos
Queres mudar de nação.

No inferno, caro amigo
Eu entendo o seu protesto
Venha que estou lhe esperando
Não se preocupe com resto
Que rancho e boia eu garanto
E você vai ver o quanto
Ao PT também, detesto.

Eu não gosto de Petralhas
Pois deu direito a pobreza
De comer todos os dias
De ter fartura na mesa
E igualmente a você
Sou fã de FHC
Esse sim é uma beleza!

Vendeu a Vale de graça
Traiu a sua nação
Deixou o pobre com fome
Cumpriu bem sua missão
Enganou o operário
Deu arrocho de salário
Pra toda a população.

E xingou de vagabundo
A quem era aposentado
Com a ação de FHC
Me senti realizado
Achei seu plano engenhoso
Pois quem maltrata o idoso
Merece ser apoiado.

Esse governo de pobre
É pior do que saúva
FHC era bom
Igual ki-suco de uva
Comprou porque era vivo
Com o cartão corporativo
Um consolo de viúva.

Com esse governo a elite
Perdeu a satisfação
De arrotar sua soberba
Com a mais cara profissão
Luiz Inácio é um bicho
Pois fez catador de lixo
Ter direito a educação.

Tenho nojo desse cara
Que deu a pobre o direito
De andar de carro novo
Comprar casa, ter respeito
Coisas que a Deus agrada
Deus me livre, camarada
Eu morro, mas não aceito.

Esse tal Bolsa Família
Eu odeio esse projeto
Pobre é pra morrer de fome
Viver na rua, sem teto
Quem ajuda essa gentalha
Para mim é um canalha
Ou o ser mais abjeto.

Esse Lula deu direito
Ao pobre sem instrução
Se educar, crescer na vida
E andar de avião
Aeroportos lotados
De pobre e de favelados
Isso sim é um mundo cão.

Um rico não pode mais
Ir ao shopping com a família
Que tem que topar com pobre
Comprando roupa e mobília
Seu partido errou o plano
E a culpa é do povo insano
Que pôs PT em Brasília.

Dilma é uma mulher honesta
E eu detesto honestidade
Aécio sim era o quente
Um político de verdade
Desde pequeno que é torto
Fez até aeroporto
Na sua propriedade.

Que negócio de carinho
Mulher trata é na porrada
Já quebrou até as fuças
De uma linda namorada
E com Dilma no debate
Lutando pra dá empate
Armava ardil e cilada.

Eu que sou sócio da Veja
Sempre procuro ajudar
O Mensalão dos Tucanos
Não deixei ninguém julgar
Nisso garanto a você
Ponho a culpa no PT
Antes de investigar.

Se por acaso os tucanos
Fizer um propinoduto
Eu apoio, pois eu acho
Que o poder absoluto
Só o rico é quem merece
Toda vez que um pobre cresce
O inferno fica de luto.

Meu nobre amigo Lobão
Sei que está no ostracismo
Pois esse povo canalha
Quer lhe jogar no abismo
Não curtem suas canções
Não solfeja seus refrões
Isso sim é um comunismo!!!

Venha aqui para o inferno
Que eu garanto a você
Que todo ano produzo
Uma bonita turnê
Nossa turma é da pesada
E até diaba recatada
Também curte um fuzuê.

Nessa Vida louca vida
Verá o quanto aqui ferve
E se eu não vou nessa porra
Quero que você me leve
No helicóptero dos Perrela
Cheire pó numa tigela
Mostre o quanto e vida é breve.

Eu detesto socialistas
Pois sou um velho reaça
Criança morrendo a míngua
Eu aprecio, acho graça
Polícia batendo em pobre
É a atitude mais nobre
Que eu vejo numa praça.

FHC é meu ídolo
Lógico, depois de você.
Pobre só comia calango
Quando o nosso FHC
Governava esse Brasil
Mas rico entra no funil
Com esse tal de PT.

Odeio esse tal de Lula
Frei Boff, e esse tal Frei Beto
Que mostra a força do povo
Deixando a povo inquieto
Se o filho de pobre estuda
No Brasil a coisa muda
E não terá analfabeto.

Se coisa seguir assim
Escravos e serviçais
Será coisa do passado
E o rico não goza mais
Até Aécio sem ama
Terá que fazer a cama
Entre suspiros e ais.

Aliás do nome Aécio
Eu sei o significado
É uma Ave de Rapina
Li no grego estou lembrado
Tenho anel e formatura
O nosso inferno é cultura
Tá pensando o que, barbado?

Não diga que desistiu
Não fique me embromando
Pois um diabo me informou
Que você tava chegando
Vindo acompanhado ou só
Vais dormir com minha avó
Ela já tá lhe esperando.

Minha vó é uma gata
De 10 mil anos de idade
E me disse que você
É um reaça de verdade
Só digo o que é exato
Quando ela viu seu retrato
Relembrou da mocidade.

Já comprou uma camisola
Transparente nesse ano
Você vai dormir na frente
E ela vai cuTUCANO
Na sua cauda de lobo
Você como não é bobo
Verá que foi um bom plano.

No aeroporto de Claudio
Mando amanhã lhe buscar
Num confortável urubu
Meu astro vai decolar
Anote no seu caderno
Hora do voou pra o inferno
E a hora de chegar.

Eu agora me despeço
Mas deixo Aqui um abraço
Ao Roger do Ultrage
Que nunca mostrou cansaço
Pra falar mal do PT
É igualzinho a você
Tem a alma de ricaço.

Gentilli é gente da gente
Reacionário demais
Muito preconceituoso
Não deixa o Nordeste em paz
Mora no meu coração
Golpe é revolução
Na boca desse rapaz.

E a galera da Veja
É toda avessa a verdade
Jornalismo criminoso
É sua especialidade
Para acusar um sem prova
Sempre sai edição nova
Recheada de maldade.

Tem o Arnaldo Jabor,
William Bonner em ação
Lá na Venus Prateada
Tem também Míriam Leitão
Pra derrubar o Brasil
Cada um é mais sutil
Com garra e disposição.

Quando morrerem o inferno
Estará escancarado
Pra essa gente bacana
Que transmite o meu recado
Vamos vender o Brasil
Petrobrax, que sutil
Fico até arrepiado.

Lembrança a FHC,
Pense num velho profundo!
No tempo de seu governo
Vivia cheirando o fundo
No FMI falado
Deixou até penhorado
O Brasil no terceiro mundo.

Mas o PT tranformou
O Brasil numa potência
Pagou a tal Dívida Externa
Isso sim é incompetência
Do Fundo não são fregueses
Mas FHC três vezes
Quebrou o Brasil, que ciência!

O inferno te espera
Meu coleguinha Lobão
Judas lhe quer num amplexo
Caim lhe chama de irmão
Hitler manda um abraço amigo
E da mãe do Calor de Figo
Um beijo no coração.

FIM

0 comentários:

Postar um comentário