Johan Cruyff, lenda do futebol mundial, morre aos 68 anos

quinta-feira, 24 de março de 2016




O futebol perdeu um de seus grandes ícones nesta quinta-feira. Johan Cruyff, considerado o líder do chamado Carrossel Holandês da década de 1970 e um dos maiores ídolos da história do Barcelona e do futebol mundial. Cruyff morreu aos 68 anos, depois de lutar contra um câncer no pulmão.


Craque da Copa de 1974 com o temido "Carrossel Holandês", o ex-jogador lutou para deixar de fumar e chegou a fazer parte de uma campanha contra o tabaco, com o lema: "Em minha vida tive dois grandes vícios: fumar e jogar futebol. O futebol me deu tudo na vida. Fumar, por outro lado, quase acabou com a minha vida".


Johan Cruyff morreu pacificamente em Barcelona, rodeado por sua família.


Cruyff  iniciou a carreira de atleta em 1964, pelo Ajax, sendo contratado pelo Barcelona em 1973. Depois de brilhar na Espanha, o holandês se aventurou no Los Angeles Aztecs e Washington Diplomats, ambos dos EUA. Já na reta final da carreira, passou por Levante, novamente Ajax e Feyenoord. Sem contar os 11 anos de seleção holandesa.

Como treinador, ele comandou Ajax (1986 a 1988), Barcelona (1988 a 1996) e a seleção da Catalunha.

0 comentários:

Postar um comentário