Pesquisar este blog




Ganhador de Premio Nobel diz que os Estados Unidos querem recolonizar a América Latina, apoiando golpe de estado no Brasil

quinta-feira, 19 de maio de 2016





O ativista dos Direitos Humanos Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz de 1980, escreveu artigo no qual condena o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que ele define como "golpe de Estado brando", já experimentando em países como Honduras e Paraguai. 

Segundo ele, "domesticar os governos e recolonizar a América Latina é o objetivo" dos golpes em curso na região. "O que a direita não consegue alcançar nas urnas buscará alcançar mediante a destituição ilegal de presidentes, de privatizações de empresas públicas e a entrega de recursos naturais", diz.

Ao falar do presidente interino Michel Temer (PMDB), Adolfo Esquivel relata que, segundo o Wikileaks, "o atual depositário da Presidência do Brasil foi colaborador da inteligência norte-americana entregando documentos sensíveis a sua embaixada". 

Ele também destaca que "Temer já anunciou suas próximas medidas econômicas, que não foram as eleitas pelo povo do Brasil: aumentar impostos, privatizar tudo que se puder e reduzir os gastos públicos e sociais". O ativista ainda lembra que a não participação de  mulheres e  negros na equipe ministerial é  substituída  pela presença de milionários e de investigados em casos de corrupção.







0 comentários:

Postar um comentário