Por ser petista, garçom que servia à presidência é demitido pelo mordomo

quarta-feira, 18 de maio de 2016




A caça às bruxas no terceiro andar do Palácio do Planalto não poupou ninguém, nem mesmo o garçom que servia à Presidência havia quase oito anos, segundo a colunista Natuza Nery.

José Catalão, tido como um dos funcionários mais queridos entre palacianos, foi demitido pela equipe de Temer sob a “acusação” de ser petista, relataram servidores. Catalão não tem vínculo partidário e se orgulhava de ter servido Temer em várias ocasiões, diz ela.

0 comentários:

Postar um comentário