Pesquisar este blog




Curto, grosso, golpista e impune

quarta-feira, 8 de junho de 2016



Conhecido por seu temperamento explosivo, o ministro interino da Secretaria de Governo do presidente usurpador Michel Temer, Geddel Vieira Lima, demonstrou irritação ao ser questionado por um usuário do Twitter sobre um possível alinhamento com o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seu correligionário.

O usuário questionou Geddel sobre o que ele teria feito no outono, na primavera e no inverno passados, em contraponto à sua declaração "eu sei o que fiz no verão passado" (por meio da qual diz que não teme citação de seu nome em delações da Operação Lava Jato). O ministro respondeu: "Não, me aquecia na casa da sua mãe".

Um outro usuário questionou se ele apagaria o tuíte, e Geddel não titubeou: "Escrevi aqui. As pessoas acham que têm o direito de dizer o que quer e não querem ouvir. Sou tuiteiro antigo", disse o interino baiano.

Brasil 247

0 comentários:

Postar um comentário