Pesquisar este blog




Movimento quer São Paulo separado do Brasil

domingo, 26 de junho de 2016




O movimento Sampa Livre, que tem um site na Internet e perfil em redes sociais, se animou com a vitória do Brexit na Grã Bretanha e está chamando um plebiscito não-oficial consultivo em várias cidades do estado no dia 2 de outubro.

Um post com essa mensagem no Facebook já atingiu mais de 12 mil compartilhamentos. O texto é quase uma celebração ao separatismo.

"A maré virou! Com a vitória dos que defendiam a saída da Grã-Bretanha da União Europeia, fica claro que os tempos mudaram, e que parecia ser 'impossivel' até pouco tempo atrás pode virar realidade em breve. Assim será com a independência paulista. Dia 2 de outubro, o SPL está dando o primeiro passo real e efetivo para a liberdade paulista, com um plebiscito consultivo em várias cidades do estado. Depois do vitória do '#BREXIT', vem aí o '#SAMPADEUS' (Sampa dá 'adeus' para o Brasil). E viva São Paulo Livre!"

No site do movimento há várias postagens justificando a iniciativa. Até o movimento dos Bandeirantes é utilizado como argumento para separar o país.

"Nos tempos coloniais, nossos bandeirantes adentraram as matas da América do Sul, expandindo o território paulista e garantindo o atual tamanho do Brasil. São Paulo quis a independência, mas foi traído logo depois pelo imperador Pedro I. Quisemos um país próprio em 1888, e depois, em 1932. De fato, há documentos da Coroa Portuguesa em que textualmente o rei de Portugal era alertado para vigiar de perto os paulistas, por seu 'excessivo amor à liberdade'."

O movimento, aliás, utiliza a bandeira da liberdade como justificativa para defender a divisão do país.

0 comentários:

Postar um comentário