Se retornar à presidência Dilma convocará plebiscito e o povo decidirá sobre novas eleições

sexta-feira, 10 de junho de 2016


Se for reempossada, Dilma promete convocar plebiscito

'A consulta popular é o único meio de lavar e enxaguar essa lambança que está sendo o governo Temer', afirmou a presidente afastada


 


'Eu não acho possível fazer pacto nenhum com o governo Temer em exercício', disse ainda Dilma (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)



Em entrevista ao jornalista Luis Nassif, a presidente afastada Dilma Rousseff disse que, se voltar ao poder, haverá a necessidade de convocar um plebiscito para que a população decida se quer novas eleições presidenciais.

Na entrevista, veiculada nesta quinta-feira, 9, pela TV Brasil, Dilma afirmou que “será necessário consultar a população para remontar um ‘pacto’ que vinha desde a Constituição de 1988 e foi rompido com o processo de impeachment”.



Ainda de acordo com a presidente afastada, “a consulta popular é o único meio de lavar e enxaguar essa lambança que está sendo o governo Temer”.

“Eu não acho possível fazer pacto nenhum com o governo Temer em exercício […] Dado o nível de contradição que tem hoje entre os diferentes atores neste país, é necessário que se recorra à população”, ressaltou Dilma.



A presidente afastada não explicou, no entanto, como e quando seria feita esta consulta popular. O julgamento do impeachment de Dilma no Senado deve ocorrer em meados de agosto.



A promessa de convocar uma consulta popular tem sido utilizada por aliados do governo que vêm tentando convencer senadores a votarem contra o impeachment.



Na entrevista, Dilma também afirmou que “o governo Temer é a síntese do que pensa e expressa claramente a pauta de Eduardo Cunha”.

0 comentários:

Postar um comentário