Jornal francês detona, em manifesto, governo usurpador de Michel Temer

quinta-feira, 14 de julho de 2016



Assinado por diversos deputados e senadores franceses, o manifesto publicado num dos mais importantes jornais da Europa afirma que a presidente foi vítima de uma "baixa manobra parlamentar", conclama a comunidade internacional a reagir e diz ainda que o governo provisório de Michel Temer é "infrequentável"; texto também critica o ministro interino da Justiça, Alexandre de Moraes, que, segundo o texto, teria advogado para o PCC; Os parlamentares convocam o governo francês e a comunidade internacional a se manifestarem e repudiarem “o golpe em andamento” no maior país da América Latina.

 O jornal Le Monde divulgou um manifesto coletivo, assinado por vários senadores franceses, em repúdio ao que chamam de “golpe baixo parlamentar” no Brasil. Em tom agressivo, o texto tece duras críticas ao governo interino de Michel Temer e seus componentes. Retomam a polêmica sobre o ministério “branco e machista” que “não reflete a diversidade da  sociedade brasileira”; a extinção de pastas ligadas à área social e cultural e os cortes em programas populares. 



Há desaprovação a membros do staff, entre eles o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, apontado como antigo membro do quadro de advogados da organização criminosa PCC. Os parlamentares convocam o governo francês e a comunidade internacional a se manifestarem e repudiarem “o golpe em andamento” no maior país da América Latina.

0 comentários:

Postar um comentário