Usurpador ri ao ser chamado de golpista

sábado, 16 de julho de 2016



Michel Temer afirmou achar engraçado quando é chamado de golpista e negou se incomodar com a acusação. “Nada, porque não sou. Só se for um golpista que se ampara na Constituição. Se isso é ser golpista...” [fez silêncio e deu risada].

“Eu acho graça”, declarou, em entrevista publicada nesta sexta-feira (15) pelo jornal O Estado de São Paulo. Próximo ao julgamento do impeachment da presidente Dilma Rousseff, ele sinalizou que pretende conversar com a oposição. “Nas questões de Estado, não nas questões de governo.

Nas questões de governo tenho absoluta convicção de que eles não apoiariam. “Mas (...) a Previdência, por exemplo, é algo que dá para conversar porque não é para hoje”, afirmou. Questionado sobre eventual diálogo com o ex-presidente Lula, Temer sinalizou: “Precisamos primeiro esperar passar a decisão do impeachment, não é?”.

0 comentários:

Postar um comentário