Apanhando e batendo na vida e no ringue, o baiano Robson Conceição se tornou campeão olímpico

quarta-feira, 17 de agosto de 2016



A vontade de lutar está em seu sangue. Depois arrumar algumas brigas nas ruas de Salvador, Robson Conceição decidiu treinar Boxe para melhorar suas habilidades para brigar. Mas o efeito foi inverso. Aprendeu que brigar na rua não faz sentido e utilizou o seu dom dentro dos ringues, desde os 13 anos de idade, para se tornar um dos melhores boxeadores de sua categoria no mundo.

Medalhista nos dois últimos Campeonatos Mundiais de Boxe realizados nos anos de 2013 e 2015, Robson também traz no currículo a experiência de representar o Brasil em duas edições dos Jogos Olímpicos.

Sempre com uma guarda bem fechada e bem posicionado no ringue, o baiano tem a capacidade de dominar combates do primeiro ao último minuto de luta. Para coroar sua carreira vitoriosa,  Robson Conceição, nascido em Salvador no bairro de Boa Vista de São Caetano, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Mas foi apanhando que ele aprendeu a bater. Levando porrada na vida e no ringue. Caindo e levantando, sem nunca desistir.



Títulos


BRONZE - Campeonato Mundial 2015 - Doha, Catar

PRATA - Campeonato Mundial 2013 - Almaty, KAZ

OURO - Torneio Feliks Stamm 2013 - Varsóvia, POL

OURO - Campeão Sul-Americano 2014 - Santiago, CHI

OURO - Campeonato Continental Pan-Americano 2013 - Santiago, CHI

PRATA - Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, 2011, MEX

OURO - Torneio Pré-Olímpico da Guatemala, 2008

OURO-OLIMPÍADAS RIO 2016

0 comentários:

Postar um comentário