Atriz Letícia Sabatela é atacada por vampiros do mordomo

segunda-feira, 1 de agosto de 2016



A atriz Letícia Sabatella prestou depoimento no 1º Distrito Policial em Curitiba, na noite deste domingo, depois de ter sido chamada de "puta", "sem-vergonha" e outros nomes por pessoas que protestavam a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Letícia é contra o afastamento da presidente Dilma Rousseff e denuncia com frequência o golpe que vem ocorrendo no Brasil.

Em declaração feita por vídeo ao jornal Brasil de Fato após o depoimento, ela descreveu que o ato contra o golpe em que esteve na cidade foi "amoroso" e "as pessoas estavam felizes", enquanto no protesto a favor do impeachment, "eles criaram uma energia" negativa.

"Eu sinto muito por eles estarem vendo as coisas dessa maneira, com tanto ódio", disse a atriz. Ela declarou ainda que "há tantas pessoas sofrendo consequências desse golpe que está acontecendo no Brasil", a exemplo de índios e sem-terras, que não sentiu que o episódio ocorrido com ela "era pior".

"É uma coisa que está fazendo parte do nosso País nesse momento. Que pena, não dá mais pra conversar com as pessoas, não dá pra passar por um lugar e parar para dar um oi para alguém que tá ali. Parece uma gana por esse ódio", acrescentou.

Ontem, após a agressão, que foi filmada e publicada por ela, a atriz postou a seguinte mensagem: "Não fui provocar ninguém, passava pela praça antes de começar a manifestação e parei pra conversar com uma senhora. Meu erro. Preocupa está falta de democracia no nosso Brasil. Eles não sabem o que fazem".

0 comentários:

Postar um comentário