Pesquisar este blog




EXTRAÇÃO DE MEL DE ABELHA DÁ LUCRO NO SEMIÁRIDO BAIANO

quinta-feira, 29 de setembro de 2016





Agricultores familiares de municípios do Norte da Bahia, como Campo Alegre de Lourdes, Casa Nova, Remanso, Pilão Arcado, Juazeiro, Uauá, Curaçá, Sobradinho e Sento Sé, apostaram na potencialidade que a apicultura oferece e estão se especializando na produção de mel e cera.

Somente Campo Alegre de Lourdes, de janeiro a abril desse ano (melhor período para exploração da apicultura), comercializou cerca de 160 toneladas de mel. O valor do quilo do produto, na cidade, gira em torno de R$ 4,30. Dessa forma, a apicultura contribuiu para circulação no comércio local com aproximadamente R$ 666,5 mil reais. O mais relevante em relação ao produto é que o custo de produção não passa de R$1,50, o que proporciona aos apicultores familiares um lucro real em torno de 65%, por quilo de mel.

Na região, a produção de mel, em 2011, ficou dessa forma: Remanso, com 64 toneladas (t); Pilão Arcado, 63t; Canudos, com 61t; Casa Nova, 62,08t; Juazeiro, 22,02t; Uauá, 26t; Curaçá, 17,24t; Sobradinho, 11,72t; e Sento Sé, com 858kg, totalizando, somente no território do Sertão do São Francisco, uma produção de 483.128 quilos de mel.

Para potencializar a qualidade de vida do sertanejo, a apicultura é uma das atividades com o melhor custo benefício para investimento da agricultura familiar. O primeiro passo foi intensificar as ações através de capacitações e dias de campo, realizados junto aos agricultores do território. O sucesso foi imediato e pode ser sentido este ano, onde a produção de mel foi potencializada em 89%, em relação ao ano passado.


Exemplos exitosos

Um exemplo de sucesso da apicultura, dentro do território, está na comunidade de Riacho Grande, em Casa Nova (a 570 quilômetros de Salvador). É o agricultor familiar, José Carlos Azevedo, 44, que, através de uma oficina de apicultura, realizada pela EBDA- Empresa Baiana  de Desenvolvimento Agrícola-  se estimulou a produzir mel e hoje atingindo excelentes resultados, tornando-se um multiplicador de conhecimentos em sua comunidade.

“Em 2010, recebi dois treinamentos, elaborei um projeto junto com a EBDA, voltado para apicultura, e logo em seguida procurei o banco e financiei 60 colmeias, que me proporcionaram passar, de 200kg por ano, em 2009, para 1,2kg de mel, no ano seguinte. Hoje, mais qualificado com a atividade, já consigo produzir o dobro de mel, com as mesmas 60 colmeias. A apicultura se tornou, para mim e minha família, a principal atividade de geração de renda,” comentou o apicultor.

O envolvimento de José Carlos e de sua esposa, Silvia Brasil, também agricultora familiar, com a apicultura, é medido pela sua filha, Lorena Azevedo, de 6 anos, que já possui seu próprio macacão de apicultora e que já colhe, junto com seu pai, o mel produzido na propriedade. “Quando eu crescer quero ser apicultora e ter minhas próprias colmeias” disse a pequena Lorena.

Os agricultores familiares que desejarem investir na apicultura devem procurar um dos escritórios da EBDA

          
Rua Vasco Filho, 70 - CA - - Centro - Feira de Santana, BA - CEP: 44001-400
        ( Perto da Concessionária Fiat Jacuípe da Av. Presidente Dutra)
        Telefones:
  • (75) 3623-4198
  • (75) 3623-8303
  • (75) 3623-8308
  • e solicitar uma visita técnica. A empresa pretende incentivar o aumento do beneficiamento dos apicultores familiares, que devem ter em seus projetos comerciais a aquisição do selo do Serviço de Inspeção Federal (SFI) o que os tornam, legalmente, aptos para comercializar em qualquer estabelecimento comercial.

0 comentários:

Postar um comentário