Policia Federal cerca, entra e efetua prisões no Congresso Nacional

sexta-feira, 21 de outubro de 2016


Quatro policiais legislativos foram presos temporariamente, entre eles o chefe da polícia legislativa, Pedro Ricardo Araújo Carvalho. Foram expedidos quatro mandados de prisão temporária (que não tem prazo definido para terminar), cinco mandados de busca e apreensão e quatro de afastamento de função pública.

Agentes da Polícia Federal estão no Congresso Nacional, no início da manhã desta sexta-feira, 21. Segundo as primeiras informações divulgadas, trata-se de uma operação contra integrantes da Polícia Legislativa, que são suspeitos de executarem serviços de contrainteligência para parlamentares investigados.

Entre os serviços estariam varreduras nas casas dos políticos para identificar e eliminar possíveis escutas instaladas com autorização judicial; a PF cumpre quatro mandados de prisão temporária, cinco mandados de busca e apreensão e quatro de afastamento de função pública

Segundo informações do G1, a suspeita é de que policiais legislativos faziam varreduras nas casas dos políticos para, por exemplo, identificar e eliminar escutas instaladas com autorização judicial.

Foram expedidos quatro mandados de prisão temporária (que não tem prazo definido para terminar), cinco mandados de busca e apreensão e quatro de afastamento de função pública.

Várias viaturas da PF estão estacionadas na entrada do Congresso. Operação ocorre apenas dois depois da prisão do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

0 comentários:

Postar um comentário