Pesquisar este blog




Árvores centenárias serão destruidas na implantação do BRT em Salvador

quarta-feira, 11 de abril de 2018



Milhares de pessoas fazem abaixo-assinado contra a degradação ambiental que será causada em razão do projeto de implantação do BRT pela Prefeitura do DEM em Salvador.


Ao custo de R$ 212 milhões de reais em apenas 2,9 km de extensão, o primeiro trecho dos corredores do BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, que vai ligar a região do Parque da Cidade à estação de integração do metrô na área da rodoviária e Shopping da Bahia (antigo Iguatemi).


Trata-se de uma das obras de BRT mais caras do Brasil: apenas a primeira etapa terá um custo de R$73,1 milhões de reais por quilômetro e será operado pelas mesmas empresas que já operam o sistema de transporte público por ônibus.


A grande mobilização da população contra a degradação causada pelo BRT da Prefeitura de Salvador, que pretende ser implantado nas avenidas ACM e Juracy Magalhães com extensos viadutos elevados e paralelos de até 08 faixas (04 para veículos particulares) e a erradicação de 579 árvores, de acordo com o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto no Meio Ambiente dessa obra, tem causado uma grande repercussão nos meios de comunicação, redes sociais e sobretudo indignado os soteropolitanos.
O prefeito de Salvador, ACM Neto, que desistiu de concorrer ao cargo de governador do estado, ainda não se manifestou a respeito.


0 comentários:

Postar um comentário