Pesquisar este blog




Convictos de haver dado o recado, manifestantes desocupam o triplex do Guarujá

segunda-feira, 16 de abril de 2018




Os mais de 100 manifestantes do MTST que iniciaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (16), e ocuparam o triplex do Guarujá, atribuído ao ex-presidente Lula, decidiram desocupar o imóvel, por volta das 12h30, após negociações com agentes do  governo paulista.


"Numa ação arbitrária, sem ordem judicial, agentes oficiais paulistas deram prazo para saída do MTST do triplex, sob pena de prisão de todos os ocupantes. O triplex foi desocupado, mas o recado ficou. É evidente que não tinham ordem: quem pediria a reintegração de posse?", afirmou pelo Twitter Guilherme Boulos, coordenador do MTST e pré-candidato do PSOL à presidência da República.


"Realizamos uma assembleia e, após dialogar com os agentes do atual governo, tiramos essa decisão. Sabíamos da dificuldade de resistir por muito tempo, inclusive, porque queriam levar à força bruta todos para a delegacia", explica Everton Vieira, presidente do PSOL do Guarujá e integrante da Executiva Estadual do partido.


"A ação serviu para dar visibilidade ao protesto, atrair a atenção das pessoas e denunciar a injusta prisão do ex-presidente Lula. Agora, por conta de solicitação de alguns moradores do edifício, será feito um boletim de ocorrência por invasão do condomínio. Encaminhamos à delegacia nossa equipe de advogados e logo mais teremos informações mais concretas", explica Vieira

0 comentários:

Postar um comentário