Pesquisar este blog




SONETO AO VELHO CHICO

segunda-feira, 16 de abril de 2018



Por Nilson Machado de Azevedo


Vou me afogar neste rio cheiroso...
Que a umburana embalsama o leito
Os canários num mavioso canto
Encantam em galhos do juazeiro.


Vou me afogar neste rio sagrado
Que São Francisco é o padroeiro,
Fitando as dunas no sopé do morro
Colhendo frutos do umbuzeiro.

Que minh'alma não vague errante,
No Miradouro receba as preces
Alçando aos céus na ilha amante.

Entre quimeras meu sonho declina
E no ouropel de visão instigante
Surge o pôr do sol,  a luz divina.


1 comentários:

Anônimo disse...

Bacana.

17/4/18 13:54

Postar um comentário