Pesquisar este blog




UM HERÓI NACIONAL

sábado, 21 de abril de 2018



Hoje, 21 de abril,  é feriado nacional em homenagem à memória de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, que foi morto e esquartejado em razão  de seu envolvimento com a Inconfidência Mineira - um dos primeiros movimentos do Brasil no intuito de conseguir a independência brasileira em relação a Portugal. Tiradentes foi dentista, tropeiro, minerador, comerciante, militar e ativista político que atuou nos domínios portugueses no Brasil colonial, especificamente em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.
No século 18 o Brasil gerava grandes lucros para Portugal em virtude da extração de ouro e diamantes em Minas Gerais.
No  momento em que o governo colonialista português achou que a diminuição dos seus lucros tinha como causa a  sonegação de  impostos por parte dos brasileiros,  a corte portuguesa aumentou os impostos e tomou medidas repressivas contra o povo da sua rica colônia.
Revoltados com o abuso da Coroa, um grupo chamado Inconfidentes elaborou um plano contra o governo português, visando a independência do Brasil.  Delatados pelo traidor Joaquim Silvério dos Reis, todos os inconfidentes foram presos e  apenas Tiradentes foi enforcado por ser o mais pobre e o que mais se destacava entre o grupo.  Sem medo, Tiradentes assumiu a coordenação e liderança da revolta contra Portugal. Esquecido durante o primeiro e segundo Império, foi, no entanto,  transformado em herói nacional logo após a Proclamação da República em 1889.
Tiradentes é reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira, patrono cívico do Brasil, patrono também das Polícias Militares dos Estados. Seu nome está inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, desde 21 de abril de 1992.

0 comentários:

Postar um comentário